segunda-feira, 18 de julho de 2011

Rio Sizandro e o Castro do Zambujal

Saiu há poucos dias um novo artigo com o resultado de um estudo sedimentológico e arqueofaunístico no estuário do rio Sizandro em Torres Vedras.

Existem já inúmeras referências na bibliografia arqueológica acerca das dinâmicas antigas deste estuário e de como poderão ter condicionado a implantação do Castro do Zambujal e a vida das comunidades que aí habitaram.

Este novo artigo mostra o resultado de um amplo estudo que inclui diversas sondagens e o estudo de ostracodas. Este tipo de estudo tem o potencial de fornecer dados muito relevantes acerca das condições ambientais do passado.

Este estudo em concreto permitiu identificar alterações muito significativas no regime de deposição de sedimentos que atesta uma fase erosiva importante a partir de 6500 cal BP.

Deixo aqui o resumo do estudo "Ostracod evidence for the Neolithic environment of Rio Sizandro, Portugal" de Alan Lord, Maria Cristina Cabral, Rainer Dambeck e Michael Kunst, que pode ser consultado na página da revista Palaeodiversity and Palaeoenvironments.

1 comentário:

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.