quinta-feira, 25 de março de 2010

Nova espécie de hominíneo?

Através da análise de ADN foi identificada uma possível nova espécie de hominíneo, designado de “X woman”, que poderá datar de há 48.000 a 30.000 anos. A amostra foi recolhida de um dedo descoberto há dois anos na gruta Denisova (Sibéria). Esta descoberta sugere que terão existido naquela área três linhagens hominíneas (humanos anatomicamente modernos, Neandertais e “X-Woman”), ás quais acresce o Homo
floresiensis na ilha das Flores. Os dados genéticos sugerem que humanos anatomicamente modernos, Neandertais e a nova espécie terão partilhado o último antepassado comum há cerca de 1 milhão de anos.
A designação provisória adoptada deve-se ao facto da pesquisa inicial se ter baseado na análise do ADN mitocondrial, que é transmitido por via materna, não significando, assim, que se trata de uma mulher. Essa questão só poderá ser respondida após a análise do ADN nuclear, assim como diversas outras que emergem. Há, porém, que enfatizar que embora os dados sugiram que se pode tratar de uma nova espécie são necessárias mais informações, como já sublinhado por diversos investigadores, que corroborem esta hipótese para que se possa afirmar que estamos efectivamente perante uma nova espécie


Aqui fica o link para a notícia e respectivos artigos:

http://www.nature.com/news/2010/100324/full/464472a.html

3 comentários:

  1. ou o mais bem adaptado cognitivamente ao seu ambiente.

    ResponderEliminar
  2. com o "homo" o mais bem adaptado é o que tem as melhores armas

    ResponderEliminar

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.