terça-feira, 20 de Março de 2012

Guerra do Ultramar e repatriação dos restos mortais.




Vai ter lugar no dia 21 de Abril a conferência "Preservação de Memórias: exumação e identificação de soldados portugueses na Guiné Bissau. A oradora será a coordenadora da equipa que executou a operação: a Professora Doutora Eugénia Cunha. A sessão está marcada para a delegação sul do Instituto Nacional de Medicina Legal.

Apesar de à partida, esta conferência não aparentar ter uma temática arqueológica, este é um bom exemplo da aplicação das metodologias de campo da arqueologia a contextos forenses.

Não percam!

quarta-feira, 14 de Março de 2012

Holocene interplay between a dune field and coastal lakes in the Quiaios– Tocha region, central littoral Portugal

Saiu no último número da Holocene:

Holocene interplay between a dune field and coastal lakes in the Quiaios– Tocha region, central littoral Portugal

  1. Randi Danielsen
  2. Ana M. Castilho
  3. Pedro A. Dinis
  4. António C. Almeida
  5. Pedro M. Callapez
  1. 1IGESPAR, IP, Portugal
  2. 2University of Coimbra, Portugal
  1. Randi Danielsen, IGESPAR, IP, Laboratory of Archaeosciences, Rua da Bica do Marquês 2, 1300-087 Lisbon, Portugal. Email: randidanielsen@gmail.com

Abstract

Coastal dune fields and dune-body associated lakes were studied through sedimentological, malacological and palynological analyses. Lake deposits and palaeosoil horizons gave new information about phases of aeolian activity and dune building, coastline and sea level, vegetation history and cultural impact. After a period of intense aeolian activity (Late Pleistocene) that limited soil-forming processes, a wet aeolian field, recorded by podzolized sands and interdune wetland deposits, was present in the region. Around 5000 to 4000 yr BP sea level reached the current level and the coastline was situated c. 1 km further inland compared with the present situation. Subsequently lagoon-barrier island systems developed c. 4000 yr BP. Vegetation in the region during this time was a pine/oak forest. Between 4000 and 1600 yr BP the forest was replaced by a semi-natural heathland. Later the heathland was degraded, allowing dune migration and finally formation of a desert-like landscape. This process was probably a consequence of a combination of deteriorating climate during the ‘Little Ice Age’ (LIA) and overgrazing. To counteract sand invasion, reforestation efforts were initiated in the region c. 300 years ago and locally along the coastal margin between 1924 and 1940. Formation of the row of freshwater lakes bordering the dune field at present was contemporaneous with the initial reforestation phase. A close relation between lake formation and accumulation of sand dunes was found. Various types of dunes were identified, truncated dunes, parabolic dunes and transverse/oblique dunes. Dune migration caused an eastward displacement of lakes.

terça-feira, 13 de Março de 2012

Registo Sedimentar Pleito-Holocénico em Sistemas Lagunares. Casos de Estudo entre a Nazaré e Sines

A APEQ tem o prazer de vos convidar para a conferência Registo Sedimentar Pleito-Holocénico em Sistemas Lagunares. Casos de Estudo entre a Nazaré e Sines, proferida pela Profª Conceição Freitas que decorrerá no próximo dia 20 de Março, pelas 17h30, na Faculdade de Letras do Porto.
A entrada é livre.
Será igualmente apresentada a revista da Apeq, Estudos do Quaternário nº 7, relativa ao ano de 2011.
Curriculum vitae resumido da Profª Conceição Freita
* Especialista em Geologia Costeira;
* Experiência de investigação nas áreas da Sedimentologia, Geomorfologia e Dinâmica da faixa costeira;
* Experiência professional em projectos de protecção, planeamento e ordenamento da faixa costeira e avaliação de impactes ambientais:
* Experiência como responsável (e colaboradora) pela participação da Universidade de Lisboa em projectos de investigação I&D, financiados por agências nacionais e europeias nas áreas da:
* Reconstrução paleoambiental, mudanças climáticas e variações do nível do mar em estuários e lagunas;
* Dinâmica de ambientes de sedimentação e erosão, a diferentes escalas temporais.
* Autora de cerca de seis dezenas de artigos em revistas internacionais.

quinta-feira, 1 de Março de 2012

Curso de Zooarqueogenética

Estão abertas as inscrições para um curso avançado de Zooarqueogenética a ter lugar entre 18 e 22 de Junho deste ano no Departamento de Biologia Animal da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa. A organização é do centro de Biologia Ambiental e o curso será leccionado pelas Doutoras Ana Elisabete Pires e Catarina Ginja.

Este curso permitirá ao instruendo familiarizar-se com questões, metodologias e objectivos da investigação em ADN antigo.

O prazo termina a 15 de Abril. Para mais informações, clique aqui.